Há 30 anos – 1988 foi criado o Bairro George Américo. É assassinado no dia 5 de maio, George Américo Mascarenhas. Era conhecido como o Rei das Invasões. Entre outros exemplos comandou a ocupação do antigo Campo de Pouso. Ficava entre Campo Limpo e Sítio Novo. 30 anos depois, mais do que um bairro a ocupação praticamente virou uma cidade batizada  com seu nome.
O Bairro George Américo nasceu em 28 de novembro de 1987, quando o líder revolucionário dos sem teto de Feira de Santana, George Américo organizou a ocupação de terra do antigo Campo de Aviação, de propriedade pública, com o apoio de centenas de pessoas.

O George Américo comemora 30 anos de fundação.

Ao longo de seus 30 anos o homem George Américo comandou 21 ocupações em Feira de Santana, por isso, ficou conhecido como o “Rei das Invasões”.

O Bairro recebeu o nome de Conjunto Habitacional George Américo, uma homenagem da população local e da Câmara de Vereadores através da Lei Municipal nº 1.170/89.

George Américo foi funcionário da Prefeitura Municipal  e presidiu a Associação dos Sem-Teto de Feira de Santana.

Nos anos 70 ele participou, de movimentos estudantis, onde se envolveu em muitas atividades promovidas pela Casa do Estudante. George pretendia se candidatar a vereador no ano de  1988. Não realizou o seu sonho pois fora assassinado seis meses antes das eleições municipais.

George Américo foi assassinado numa quinta-feira 5 de maio de 1988.

No dia 06, o jornal Feira Hoje noticiou: “Foi encontrado o corpo de George Américo Mascarenhas nas proximidades do Rio Jacuípe, alvejado com duas balas de escopetas”.

Na foto, George que haveria de ter um futuro brilhante na vida pública em nosso município, discursa para seus amigos e companheiros ao lodo do então governador Waldir Pires.