O presidente Jair Bolsonaro exonerou nesta sexta (29) os ministros da Agricultura, Tereza Cristina (DEM), e da Cidadania, (DEM), Onyx Lorenzoni (DEM). A medida foi publicada no Diário Oficial da União e não traz a nomeação de substitutos para as pastas.

As exonerações, a três dias da eleição que define o próximo presidente da Câmara dos Deputados, confirmam o movimento de investida de Bolsonaro para emplacar o deputado Arthur Lira, já que ambos os, agora, ex-ministros possuem assentos no Parlamento.

Segundo o Estadão, a volta de Tereza Cristina e Lorenzoni à Câmara garante mais votos para o candidato do presidente. Eles substituirão parlamentares do PSL e do PSDB.