Coreias do Norte e do Sul trocam disparos em fronteira

A troca de disparos foi o primeiro caso semelhante desde o início da abertura do diálogo entre as duas Coreias.

0
112
Coreia do Norte 21 11 2019 o Lider norte-coreano Kim Jong-un recusa convite para reunião na Coreia do Sul convidao pelo presidente sul-coreano para encontro na coreia do Sul no porto de Busan Kim recusou foto KNCA

As Coreias do Norte e do Sul trocaram diversos disparos ao longo da fronteira na manhã deste domingo (3), no primeiro incidente desse tipo desde que os dois países tomaram medidas sem precedentes para estreitar suas relações em 2018.

Em comunicado, o Estado-Maior Conjunto em Seul informou que militares norte-coreanos dispararam vários tiros contra um posto de guarda fronteiriça sul-coreano, localizado na chamada Zona Desmilitarizada (DMZ) entre os dois países. Os militares da Coreia do Sul responderam, então, com disparos de advertência e uma mensagem pelo megafone, diz a nota.

Segundo as autoridades sul-coreanas, não houve feridos entre seus soldados, que encontraram marcas de bala na unidade localizada em Cheorwon, na região central da DMZ.

Seul também não acredita que haja vítimas do lado norte-coreano, já que os disparos do Sul foram de advertência e efetuados contra território inabitado na Coreia do Norte.

A troca de disparos registrada neste domingo foi o primeiro caso semelhante desde o início da abertura do diálogo entre as duas Coreias, em processo que teve como principal incentivador o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e que está paralisado após a realização de três cúpulas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui