Luiz Henrique, 24, morreu devido a uma infecção generalizada

O olhar desolador parecia pesar mais do que seus 50 kg distribuídos em 1,50 de altura. A dona de casa Eneide Aprígio de Souza, 54 anos, liberava na manhã desta segunda-feira (25), no Instituto Médico Legal (IML), o corpo do seu sexto filho morto. Ela diz que internos atearam fogo no filho dela, Luís Henrique Souza de Jesus Filho, 24, que estava internado no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico da Bahia (HCT), na Baixa do Fiscal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui