O anúncio da saída do então ministro da Justiça, Sérgio Moro, na sexta-feira (24) fez o presidente Jair Bolsonaro perder 48.473 seguidores, segundo a consultora Bites. O recuo no ambimente virtual não ocorria com Bolsonaro desde 2017, quando ele ainda nem tinha entrado na corrida presidencial, da qual saiu vencedor, ocorrida em 2018. O levantamento incluiu contas no Twitter, Instagram, Facebook e YouTube.

A diminuição de seguidores ocorreu no intervalo de seis horas, entre a coletiva do ex-ministro e o pronunciamento-resposta do presidente. Incluiu também os três filhos políticos – o senador Flávio, o deputado federal Eduardo e o vereador Carlos Bolsonaro. No total, 86.427 contas deixarão as redes sociais da família Bolsonaro.

As postagens com hashtags negativas sobre o presidente somaram 773 mil tuítes até às 18 horas de sexta-feira. Na contramão do presidente, Moro conquistou 160.248 novas contas no Twitter e Instagram.

Com informações do Terra e do Estado de S. Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui