A operação foi deflagrada em Salvador, Lauro de Freitas e Cruz das Almas

 

A Polícia Federal e o Ministério Público do Estado da Bahia realizam nesta segunda (18) mais um desdobramento da Operação Adsumus, que tem como alvo o ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT).

Após tentativa dos advogados de defesa de invalidar a operação o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido e uma equipe da PF cumpre mandado judicial na residência do ex-prefeito na cidade de Lauro de Freitas.

Além do ex-prefeito, ainda foram denunciados pelo MP o ex-vice-prefeito Leo Pacheco; o ex-secretário de Obras e irmão de criação do ex-prefeito, Luís Pacheco; o irmão do ex-prefeito, Bruno Machado; os empresários Paulo Vasconcelos, Jachson César, Roberto Oliveira Santana e Hildecarlos Seixas e Ilka Seixas.

A operação, que foi deflagrada em Salvador, Lauro de Freitas e Cruz das Almas, cumpre cinco mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão, expedidos pela Vara Criminal de Santo Amaro e pela Vara Criminal de Muritiba