Foto : Guarda Nacional Aérea dos EUA

O presidente do Instituto Serum, laboratório indiano contratado para produzir 1 bilhão de doses da vacina de Oxford contra Covid-19 para países em desenvolvimento, afirmou hoje (5) que “a exportação de vacinas está permitida para todos os países”. Ontem (4), Adan Poonawalla havia dito que o governo indiano não iria permitir que a vacina de Oxford produzida no país fosse exportada. O Serum é o responsável por fornecer 2 milhões de doses da vacina para o Brasil.

Em comunicado conjunto, o Serum e a Bharat Biotech – laboratório indiano que produz outra vacina contra a Covid-19, a Covaxin – disseram ter um compromisso de fornecer acesso global aos imunizantes fabricados pelas duas empresas, sem mencionar nenhum país em específico.

“Agora que duas vacinas receberam autorização de uso emergencial na Índia, o foco é na manufatura, fornecimento e distribuição”, dizem as empresas, que afirmam estar “totalmente engajadas” no processo e pontuam que as atividades de desenvolvimento de vacinas seguem “conforme planejado”.