A família de Luciano Pinto da Fonseca de 62 anos, que foi assassinado a facadas pela companheira na noite de quarta-feira (26/12), no bairro da Urbis I, em Conceição do Jacuípe, versão de Rose dos Santos, que declarou em seu depoimento a polícia que havia matado o idoso após ele ter dado uma surra em seu filho.

“A verdade é que eles não moravam juntos, e sim em casas separadas na mesma rua, entretanto ele mantinha um relacionamento amoroso com “Rosa Morena”, como ele a chamava, na qual a bancava financeiramente”.

A família ainda afirmou que além de Luciano, Rose mantinha outros relacionamentos. “Ela tinha vários homens, sendo esse o motivo das constantes brigas entre eles dois. E ela batia muito nele, tanto que o mesmo só andava com hematomas pelo corpo”. Relatou um dos familiares.
Luciano era do estado de Goiás. “Nós já estamos a caminho da Bahia para trazer o corpo”.

…“Ficamos sabendo que ela estava ficando com um cara no último domingo na casa da vizinha dela. Ela (Rose) usava ele como banco e ficava pegando outros homens. Esse sim foi o motivo do desentendimento que acabou no assassinato de Luciano.

A família ainda ressaltou que Rose já responde por uma tentativa de homicídio de um ex-companheiro na qual ela tentou o matar a pedradas. “Não sabemos a cidade onde aconteceu, mas se vocês investigarem irão ver que foi verdade”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui