Os trabalhadores em educação da rede municipal decidiram em assembleia na tarde desta sexta-feira (29) pelo fim da paralização iniciada no último dia 11. Entre outras pautas, os professores reivindicaram, principalmente, a reformulaçao do plano de carreira dos mesmos, que de acordo com Marlede Oliveira – presidente da APLB-Feira, está defasado.
A presidente informou que os trabalhadores ouviram a Prefeitura na manhã de hoje de forma a entrar em um acordo com o Município. O término da greve está condicionado a uma audiência com o prefeito Colbert Martins para discutir as demandas do plano.
Marlede destacou que mesmo com o retorno dos professores as salas de aula, a categoria vai acionar o MP para expor a real situação do ensino público municipal de Feira de Santana. Ainda segundo ela, há muitos problemas graves como a falta de merenda, professores e carteiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui