Foto: Divulgação/ Governo de São Paulo

O Ministério da Saúde deverá propor ao Instituto Butantan e à Sinovac acordo de exclusividade para aquisição da vacina contra o novo coronavírus. Nesta quarta-feira (16), o ministro Eduardo Pazuello se reuniu com governadores e cedeu à pressão para firmar contrato de compra de 46 milhões de doses do imunizante.

A informação é da CNN Brasil, confirmada pelos governadores Helder Barbalho (MDB), do Pará; Wellington Dias (PT), do Piauí; e Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte. O contrato, inclusive, já estaria pronto.

A cláusula de exclusividade impede o Butantan de negociar o imunizante com outros estados, e inclui também a aquisição de todas as doses que o governo de São Paulo havia negociado. A expectativa é que a assinatura desse acordo aconteça ainda nesta semana.

A vacina da Sinovac foi incluída no plano de imunização do ministério, apresentado na manhã desta quarta. Na ocasião, também foram citados o consórcio Covax, a vacina AstraZeneca/Oxford, Pfizer, BioioiNTech , Moderna e Janssen.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui