Foto : Marcos Corrêa/PR

Após se reunir com diversos juízes, parlamentares e líderes religiosos, o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) começou a avaliar nomes para a vaga do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O magistrado vai se aposentar compulsoriamente em novembro, quando completa 75 anos. Segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o presidente já deixou claro que indicará uma pessoa de sua inteira confiança para a corte. Em mais de uma conversa, Bolsonaro disse que seria “bem sincero”.

Ouviria os argumentos, mais indicaria alguém que “toma cerveja comigo no fim de semana”. Na avaliação do próprio presidente, essa característica não impediria que a pessoa escolhida fosse “extremamente técnica”. Um dos nomes mais próximos é o do secretário-geral da Presidência, Jorge Oliveira, que sempre o acompanha em reuniões desse sentido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui