Questionado sobre o anúncio feito hoje pelo governador da liberação de um empréstimo de R$ 600 milhões do Banco do Brasil para o estado da Bahia, o prefeito não hesitou em responder.

“Eu continuo dizendo que o governador tem uma obsessão por mim. Ainda bem que essa novela acabou e mostrou que ao fim não tivemos qualquer tipo de gerência, participação ou tentativa de impedir a liberação do empréstimo”, garantiu.

Ao final, Neto disparou: o governador tem que parar de enxergar coisa onde não existe e trabalhar mais pela Bahia e pelo governo, coisa que ele vem fazendo pouco, na minha opinião.

Durante a coletiva de imprensa no Festival Virada Salvador, nesta quinta-feira (28), o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) voltou a alfinetar o governador Rui Costa (PT).