As aulas foram suspensas parcialmente em escolas das cidades de Alagoinhas, Barreiras e Santo Antônio de Jesus depois que áudios começaram a circular no WhatsApp na tarde segunda-feira (2). Nas gravações, homens afirmam que vão promover ataques a tiros nos colégios. A informação foi confirmada pelo secretário de Educação de um dos municípios, Tácio Lobo.
De acordo com Lobo, em Alagoinhas as escolas particulares funcionam normalmente. Já as públicas, estão com segurança reforçada. Ele não respondeu quais foram os colégios ameaçados.
“Depois da divulgação dos áudios, nós tomamos medidas de segurança na escolar. A polícia e guarda municipal reforçaram a presença nas escolas”, disse o secretário.
A escola e faculdade  Santíssimo Sacramento,  em Alagoinhas, compartilhou um comunicado nas redes sociais, afirmando que ia suspender as aulas devido “as mensagens que estão circulando  nas redes sociais, gerando pânico da comunidade escolar”.
bahia.ba tentou contato com o Secretária de Educação, mas não obteve retorno até o final desta publicação.

Foto: Reprodução/Facebook


Investigação
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública disse que as polícias Civil e Militar trabalham em conjunto para apurar a autoria de mensagens com supostos ataques a instituições de ensino.
“O patrulhamento foi reforçado nas regiões apontadas nos áudios e as investigações também já foram iniciadas. Autores e responsáveis pela disseminação das mensagens, sejam elas verdadeiras ou fake news, responderão judicialmente pelos crimes”, disse a SSP.
Ainda segundo a Secretaria, na última quinta-feira (28), a Polícia Civil localizou, em Ilhéus, um estudante de 23 anos que havia enviado mensagens, via Facebook, também sobre um possível crime, na universidade da região. Durante depoimento ele disse que faz por brincadeira. O jovem foi autuado pelo crime de ameaça.
Informações sobre possíveis autores das mensagens podem ser enviadas através dos telefones 3235-0000 (Salvador e RMS) e interior (181).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui