Anitta foi bastante criticada por seus seguidores por ter demorado a se posicionar nas eleições presidenciais de 2018 no Brasil, mas não pretende mais se calar. A cantora abriu o jogo sobre Jair Bolsonaro em entrevista ao programa Tercera Voz, da TV chilena La Tercera.

Segundo a reportagem, a cantora brasileira explicou que é contra o preconceito, mas que sempre teve medo de se posicionar politicamente por ser algo que ela não sabe falar tão bem.

“Veja bem, em meu país a situação agora está muito difícil, porque todos se colocaram de maneira muito forte nos extremos. Como se fossem água e vinho, e você precisa escolher um lado, decidir de que lado está, porque as pessoas te cobram”, disse Anitta sobre o momento complicado que o Brasil vive.

“Como cantora, eu antes não colocava minha opinião política em nada. Coloquei pela primeira vez neste ano, nessa situação [da eleição presidencial]. “Eu acho que quando você tem uma carreira grande, quando te colocam em um lugar acima, as pessoas sempre vão te perguntar e te pressionar até o fim”, completou ela.

A funkeira também falou sobre como ela, como artista, deveria lidar com os fatos. “Mas socialmente, como artista… O que aconteceu no Brasil é que ocorreu uma onda de colocações sociais, de posições a respeito da sociedade… E eu, como uma artista que representa a diferença, as minorias, não posso incentivar o público a pensar que ter pensamentos que vão contra a sociedade seja algo que devemos estimular.”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui