O Projeto de Lei nº 22.476/2017, que dispõe sobre o plano carreira, cargos, vencimentos básicos e o quadro de pessoal dos servidores da Assembleia Legislativa da Bahia e dá outras providências, não está sendo debatido por outros parlamentares.

Parece que as pessoas estão com medo de falar disso, mas este projeto está tecnicamente pronto para ser votado. O líder da oposição já assinou a dispensa de formalidades, carecendo agora somente que o líder do governo, deputado Zé Neto, faça o papel dele.

Ele e todos os deputados devem levar em consideração que não se trata de ninguém longe da gente. São pessoas que trabalham junto conosco, colegas de trabalho e que não estão pleiteando nenhuma benesse. Estão lutando por justiça! Enquanto isso, a preguiçosa Casa Legislativa seguirá votando benesses para o Judiciário, para o Ministério Público, passando o rodo nos seus colegas de trabalho.

Não é possível que os deputados do governo possam encontrar uma gaveta, um armário para esconder a vergonha. Dizem que vão votar, mas não vão nada! Se depender do líder da oposição, nós votamos hoje! Agora o governador Rui Costa não quer que esse projeto seja votado e começa a falar que é por causa da previdência.

Toma vergonha, governador! Enquanto Vossa Excelência dá o comando ao seu líder para não votar esse projeto, fica dando guarida a bandido através de nomeações de condenados pela justiça para ocupar cargo de secretário do Estado, como é o caso de Jusmari Oliveira.

#TarginoMachado #FalouTáFalado