Os locais estão fechados há quase quatro meses devido à pandemia de coronavírus, impossibilitando que elas trabalhem.

No país já foram registradas mais de 9.000 mortes. Segundo a revista Exame, a prostituição é legal e regulamentada pela lei alemã.As prostitutas seguravam cartazes, em alemão e inglês, pedindo a reabertura. “Deixem a gente trabalhar”, dizia um deles.

As manifestantes também seguravam uma boneca inflável vestida com uma camisola vermelha. A federação de serviços sexuais do país lembrou, em um comunicado, que “quase todos os comércios reabriram na Alemanha”, mas que os bordéis “parecem ter sido esquecidos pelas autoridades políticas”.

A Áustria, país vizinho, voltou a abrir seus bordéis na última quarta (1/7). Na Alemanha, alguns estados regionais, como Turíngia, também estão considerando a possibilidade de permitir a reabertura destes estabelecimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui