Foto : Ivan Storti/Santos FC

Novas conversas telefônicas do jogador Robinho gravadas com autorização judicial revelam que ele aconselhou o seu amigo, Ricardo Falco, a não voltar ao Brasil para não ser preso.

Os dois suspeitos foram condenados ontem (10) pelo crime de estupro contra uma mulher albanesa em 2013. A Corte de Apelação de Milão junto com o tribunal, a segunda instância da Justiça italiana referendaram a pena de nove anos de prisão.

“Quer um conselho? Nem volte ao Brasil, pelo menos tu não fica na ‘cana’”, disse o atacante em um trecho da conversa revelado pelo portal UOL Esporte. Em outro trecho, Robinho acrescentou: “se os caras mandarem eu ir lá depor vai ser foda. Vou falar o que para a minha ‘nega’? Vou para lá depor para quê? Oito caras ‘rasgaram’ a mina”, disse.

Em outubro, outra transcrição da conversa foi exposta, onde Robinho e seus amigos admitiam que a vítima estava “completamente bêbada” no momento do crime e torciam para ela não ter engravidado para não haver provas contra eles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui