Profissionais do sexo, gays, transexuais e travestis foram diagnosticados com infecções sexualmente transmissíveis durante ação do Programa Municipal IST/HIV/Aids, nesta quinta-feira (6), em Feira de Santana. Desses cinco reagentes para sífilis e dois para HIV.

Em alusão a campanha Dezembro Vermelho, que alerta para o combate da aids, a ação noturna voltada a pessoas em situação de prostituição teve como objetivo intensificar a promoção a saúde e o diagnóstico precoce para uma melhor qualidade de vida.

“Acolhemos os casos reagentes e orientamos sobre a importância de aderir ao tratamento. Ficamos contentes com a participação do público, alguns profissionais já conhecíamos por terem o hábito de frequentar o serviço em busca de exames”, ressalta a enfermeira referência, Vanessa Sampaio.

Marcadas consultas para admissão

A atividade percorreu as Avenidas Presidente Dutra e Marechal Deodoro com a distribuição de 450 preservativos, gel lubrificante, além dos exames e consultas. “Já deixamos marcadas consultas para admissão no Centro de Referência”, informa. A ação também contou com a participação da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Durante todo o mês, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde está promovendo ações alusivas em toda a cidade. No próximo dia 10, a programação terá continuidade no Beco da Energia, também para profissionais do sexo e clientes. Trabalhadores do ramo de construção civil, caminhoneiros, moradores de rua e público geral serão alvos do programa em dias posteriores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui