As detentas Suzane von Richtofen e Anna Carolina Jatobá deixaram na manhã deste sábado (22) a prisão em Tremembé (SP), beneficiadas pela saída temporária para festas de fim de ano. Elas ficarão 10 dias em liberdade e voltam no dia 3 de janeiro para continuar cumprindo suas penas.

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão por matar os pais. Ela deixou a cadeia por volta de 8h10 (horário de Brasília) e entrou rapidamente no carro de uma mulher que a aguardava, deixando logo o local. Ela conseguiu progressão do regime fechado para o semiaberto em outubro de 2015. Em março de 2016, teve sua primeira saída, a temporária de Páscoa. Em setembro, ela teve o pedido de cumprir o resto de sua pena em liberdade negado.

Já Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabela Nardoni, deixou a prisão cinco minutos depois de Suzane. Segundo o G1, ela saiu do local também rapidamente, entrando em um carro de luxo que a aguardava. Ela foi condenada a 26 anos e oito meses de cadeia pela morte de Isabella. O marido, Alexandre Nardoni, também preso em Tremembé, cumpre pena de 30 anos e dois meses. Os dois pediram redução da pena no Supremo Tribunal Federal (STF) e aguardam decisão.

A saída temporária é um benefício para pesos que cumprem pena em regime semiaberto. Durante a pena, eles têm direito a cinco saídas por ano.

Na rua, eles precisam seguir regras, como não frequentar boates ou bares, não ficar na rua depois de 22h e seguir do presídio direto para a cidade em que declararam a residência.

Caso sejam flagrados descumprindo qualquer regra, voltam mais cedo para a prisão e podem sofrer punições, inclusive perdendo direito às próximas saídas ou, em casos mais graves, até o benefício do semiaberto.

Fonte: Correio 24h