O jogador Robinho (Sem Clube) e um amigo identificado como Ricardo Falco foram condenados em 2ª instância pela Corte de Apelação de Milão pelo crime de violência sexual de grupo.
Os advogados dos dois acusados irão recorrer à Corte de Cassação italiana, o equivalente ao STF brasileiro. Apenas após o julgamento em 3ª instância um acusado pode ser considerado culpado no país.
Robinho e Ricardo foram condenados por abusar sexualmente de uma mulher albanesa na boate Sio Café, em Milão, em janeiro de 2013. De acordo com a investigação, a mulher estava “completamente bêbada” quando foi submetida a relações sexuais sem o seu consentimento com o jogador e seus amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui