A sexta vítima foi identificada e se trata do regente de fanfarra Marcos Silva Brito. Os primeiros cinco óbitos foram de João Antônio Lopes, motorista da carreta e natural de São Paulo, e os estudantes Fernando Andrade de Almeida, Jeferson Conceição dos Santos, Rafael José da Silva Souza e Rodrigo Carvalho Brandão da Silva.
De acordo com informações do órgão, “foram três óbitos no local do acidente, conforme informado pelo Departamento de Polícia Técnica  (DPT), dois no hospital em Santa Bárbara e um no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana”.

Ainda de acordo com a Sesab, 33 vítimas foram atendidas nas unidades estaduais de saúde. “O hospital municipal de Santa Bárbara registrou seis atendimentos. No que se refere aos hospitais estaduais, dos 18 pacientes atendidos no HGCA, seis receberam alta, 11 permanecem internados e um evoluiu para óbito, número já contabilizado no total de mortos”.
“O Hospital Estadual da Criança  (HEC), também localizado em Feira de Santana, atendeu quatro vítimas do acidente e três já receberam alta, restando um paciente internado”, finaliza comunicado.

O Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) está especialmente preocupado com três pacientes vítimas da trajédia na BR-116, em Santa Bárbara, que parmanecem em estado crítico de saúde, com risco de morte. Até o momento, já são três mortes registradas em decorrência do acidente, 33 feridos, e 11 seguem internados no HGCA. O Hospital Estadual da Criança (HEC) atendeu quadro pacientes e três já receberam alta, restando um interno.

Segundo o diretor do Clériston Andrade, José Carlos Pitangueira, os três casos gravíssimos estão sendo acompanhados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O número de pacientes, no entanto, vem sendo reduzido e alguns já deixaram a UTI, e nas próximas 48h mais vítimas da trajédia serão liberados.

Pitangueira ressaltou que a eficiência do trabalho de socorro às vitimas passou pelo treinamento de atendimento emergencial à sinistros.

“O simulado do III CIDEM foi fundamental para que os feridos fossem assistidos em 40 minutos depois que o acidente aconteceu. Toda a equipe está de parabéns pelo trabalho que está sendo realizado”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui